segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Onde você passará a eternidade ?





A morte é uma realidade inevitável.

Morrem no mundo 120.000.000 de pessoas por ano; 10.000.000 por mês; 334.000 por dia; 13.916 por hora e 232 por minuto.
Quantos de seus ascendentes já morreram? Tantos que você nem sabe.
Morreram amigos de infância e colegas de escola; morreram parentes e companheiros de trabalho; morreram conhecidos, vizinhos e até desafetos; morreram multidões que você não conheceu.
Quer o homem queira ou não; quer se preocupe ou não; quer goste ou não, CERTAMENTE MORRERÁ. Sobre ele pesa a sentença divina:
"Com o suor do teu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado; porque você é pó, e ao pó voltará" (Gênesis 3:19).
"Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo" (Hebreus 9:27).
"Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor" (Romanos 6:23).
Ninguém escapará à lei da morte. VOCÊ TAMBÉM MORRERÁ.
Você tem um corpo que é terreno e uma alma que é imortal. Com a morte, o corpo irá para a sepultura e no pó será desfeito; a alma porém, irá para a eternidade, porque a alma é indestrutível (Eclesiastes 12:7).
O Senhor Jesus Cristo ensinou em Lucas 16:19-31 que, na eternidade, apenas dois lugares existem: um de sofrimento e outro de gozo. Ambos são eternos, definidos e incomunicáveis. Depois da morte, não há possibilidade de alguém salvar a sua alma. Do céu ninguém passará para o inferno, nem do inferno para o céu. Também de qualquer deles, ninguém poderá voltar a este mundo.
A morte selará o destino da alma
Para onde você irá ?
este destino depende de nossa atitude para com o filho de Deus.
O ÚNICO CAMINHO para o céu é JESUS CRISTO, como Ele afirmou: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim (João 14:6). Temos, pois, a certeza de que nem igrejas, nem obras, nem justiça própria nem batismo, nem cerimônias ou coisas semelhantes poderão levar você para o céu.
Só Jesus pode. Ele mesmo disse que: "Veio buscar e salvar o que se havia perdido".
Jesus morreu para salvar os pecadores
Crucificado entre dois salteadores, Ele salvou um e não pôde salvar o outro. Por que dos ladrões um pode ser salvo e o outro não? Porque somente o primeiro: a) Reconheceu o próprio pecado e o confessou diante de Jesus; b) Reconheceu que Jesus era inocente e sofria na cruz pelos nossos pecados; c) Reconheceu que estava perdido; d) Fêz uma fervorosa súplica nestes termos: "Jesus lembra-te de mim , quando entrares no teu reino! Então Jesus respondeu àquele homem: "Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso". Aquele homem não parou em lugar intermediário. Da cruz onde estava pregado, foi levado por Jesus ao paraíso. Não precisou de batismo, nem de igreja, nem de boas obras, nem de reencarnações. O que aquele ladrão fêz, você também pode fazer; o que ele recebeu, você também pode receber; o que ele alcançou, você também pode alcançar (Lucas 23:39-43). Você também pode ser salvo!
Essa bênção é dom de Deus
A salvação que Jesus Cristo dá é inteiramente de graça. Está escrito nas escrituras: "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2:8,9). Tudo o que era necessário para a salvação do homem Jesus já fez quando morreu no calvário.
Fonte: Folheto E.T.

Um comentário:

É tempo de adoração!!! disse...

Parabéns pelo blog.

Que a internet seja usada para que a palavra de Deus alcance todos os lares.

Visite meu blog: http://horadeadorar.blogspot.com

Fica com Deus!!!