terça-feira, 10 de março de 2009

Angústia e louvor



Angústia e louvor

SALMOS 22.1-6,13-19

Salmo de Davi. Ao regente do coro - com a melodia de "A Corça da Manhã".

Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste? Por que ficas tão longe? Por que não escutas quando grito pedindo socorro? Meu Deus, durante o dia eu te chamo, mas tu não respondes. Eu te chamo de noite, mas não consigo descansar Tu, porém, és santo e, sentado no teu trono, recebes os louvores do povo de Israel. Os nossos antepassados puseram a sua confiança em ti; eles confiaram em ti, e tu os salvaste. Eles te pediram ajuda e escaparam do perigo; confiaram em ti e não ficaram desiludidos. Eu não sou mais um ser humano; sou um verme. Todos zombam de mim e me desprezam.

Como leões, abrem a boca, rugem e se atiram contra mim. Já não tenho mais forças; sou como água derramada no chão. Todos os meus ossos estão fora do lugar; o meu coração é como cera derretida. A minha garganta está seca como o pó, e a minha língua gruda no céu da boca. Tu me deixaste como morto no chão. Um bando de marginais está me cercando; eles avançam contra mim como cachorros e rasgam as minhas mãos e os meus pés. Todos os meus ossos podem ser contados. Os meus inimigos me olham e gostam do que vêem. Eles repartem entre si as minhas roupas e fazem sorteio da minha túnica. Ó SENHOR Deus, não te afastes de mim! Vem depressa me socorrer.
Fonte: texto da SBB NTLH e foto imagens bíblicas

Um comentário:

florisvaldo disse...

QUE DEUS CADA DIA VENHA ABENÇOAR ESTE SITE...