sexta-feira, 2 de maio de 2008

A Mais Bela Flor



O estacionamento estava deserto quando sentei embaixo de um carvalho, desiludido, com boas razões para chorar, pois o mundo queria me afundar. E, como se não fosse bastante, um garoto ofegante chegou, cansado de brincar. Parou a minha frente e disse: "Veja o que encontrei!" Na sua mão, uma flor. Pétalas caindo, pouca água ou luz. Querendo me ver livre do garoto, fingi pálido sorriso e me virei. Mas ele sentou-se ao meu lado, levou a flor ao nariz e declarou: O cheiro é ótimo, e é bonita também... Por isso a peguei. Aí está, é sua!"A flor à minha frente estava morrendo, mas se não a pegasse ele jamais sairia de lá. Então me estendi para pegá-la e respondi ironicamente: "Era o que eu precisava!" Mas, em vez de colocá-la na minha mão, ele a segurou no ar, sem qualquer razão aparente. Então notei que o garoto era cego; não podia ver o que tinha nas mãos. Minha voz sumiu, lágrimas molharam meus olhos de vergonha, enquanto eu o agradecia pela flor. Eu me pus a pensar... "Como ele conseguiu enxergar um homem autopiedoso sob um velho carvalho? Como ele sabia do meu sofrimento auto-indulgente?" Talvez no seu coração ele tenha sido abençoado com a verdadeira visão. Através dos olhos de uma criança cega, finalmente entendi que o problema não era o mundo e sim eu. E por todos momentos em que fui cego, agradeci a Deus por ver a beleza da vida e apreciei cada segundo que era só meu. então levei aquela flor ao meu nariz e senti a fragrância de uma bela e maravilhosa rosa. Sorri enquanto via aquele humilde garoto seguir em frente, com outra flor em suas mãos, prestes a mudar a vida de outra pessoa. Disse Jesus: "Tenho vos dito isto para que em mim tenhais paz. No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." João 16.33
Jornal Lar batista Esperança, Citado no Jornal gazeta Cristã, Setembro de 2006.

Um comentário:

amilton disse...

Belo post... me fez pensar o quanto precisamos valorizar certas coisas tão simples da vida,mas tão importantes... vlw